6 Dicas para fazer um diagnóstico do contas a receber da sua empresa

O bom funcionamento do departamento de contas a receber é imprescindível para a saúde financeira de um negócio. Afinal, ele é o responsável pelo recebimento dos valores obtidos com as vendas — incluindo os débitos já vencidos.

Quando a sua dinâmica não funciona bem, o fluxo de caixa do sente os impactos e pode ficar negativo. Felizmente, existem ferramentas que auxiliam a operação de cobrança da empresa e a tornam mais eficiente — como o diagnóstico do contas a receber.

Esse método facilita a compreensão dos pontos fortes e fracos do setor, permitindo o desenvolvimento de ações que melhoram o desempenho do departamento de contas a receber.

Quer entender como aplicar o diagnóstico na cobrança da empresa? Continue a leitura e confira 6 dicas imperdíveis!

Qual a importância de um bom diagnóstico do contas a receber?

Antes de conhecer as dicas para fazer o diagnóstico no contas a receber, é fundamental saber a importância desse processo. Na prática, um diagnóstico pode ser realizado em qualquer departamento da organização.

Ele serve para identificar e investigar os problemas existentes para entender qual é a real situação do negócio. Dessa maneira, o principal objetivo do diagnóstico é auxiliar o gestor a encontrar as melhores soluções e tomar decisões mais acertadas.

No caso do diagnóstico do contas a receber, todo o procedimento é voltado para o departamento de cobrança. Então os dados analisados serão os desse setor. Por exemplo, os valores a receber, taxa de inadimplência etc.

Com essa ferramenta, é possível ter uma visão global e dinâmica do setor de cobrança. Já no contexto contrário, quando o diagnóstico não é realizado, a gestão pode fazer escolhas equivocadas. Isso porque ela se baseia em dados que podem não ser fiéis à realidade.

Por exemplo, imagine que uma empresa decide reduzir as exigências para concessão de crédito com intuito de aumentar as vendas. Entretanto, a sua taxa de inadimplência está alta. Nessa situação, a tendência é elevar o número de clientes inadimplentes.

Afinal, a oferta mais fácil de crédito pode atrair consumidores que não conseguem arcar com os compromissos financeiros. Quando se faz um diagnóstico correto, é possível tomar uma decisão mais acertada em relação a diminuir os requisitos para liberação de crédito.

6 Dicas para fazer o diagnóstico do departamento de cobrança

Agora que você já sabe a importância de fazer o diagnóstico do contas a receber da empresa, é o momento de descobrir 6 dicas para aplicar o recurso.

Confira!

1. Saiba qual é o faturamento

O primeiro passo é entender exatamente qual é o faturamento da empresa e de onde cada receita é obtida. Muitas vezes, a gestão compreende o total faturado, mas não sabe identificar qual produto ou serviço vende mais ou menos, por exemplo.

Com o detalhamento dos dados, é possível identificar qual produto ou serviço é o carro-chefe de vendas da empresa e quais itens não têm apresentado boa procura.

Além disso, entender o faturamento de maneira mais detalhada ajuda a descobrir a taxa de inadimplência e os recebíveis para os próximos meses. Assim, o faturamento é um indicador central para descobrir informações relevantes sobre a situação da empresa e para tomar decisões cruciais durante o diagnóstico.

2. Identifique os custos

Além do faturamento, a equipe financeira deve avaliar de maneira aprofundada quais são os custos da empresa, incluindo despesas fixas e variáveis. Desse modo, é possível entender se a organização tem recursos para arcar com seus gastos e ainda obter lucro.

Ademais, ao saber para onde os recursos financeiros são direcionados, pode-se identificar por onde o dinheiro escoa. Isso permite identificar oportunidades para economizar capital e direcionar melhor os recursos — independentemente da situação financeira da empresa.

3. Descubra o saldo a receber

O faturamento é um indicador diferente do saldo a receber, mas isso confunde muitos gestores e colaboradores do setor financeiro. O primeiro se refere a todo o valor das vendas e de outras receitas, como investimentos, recebimentos de aluguéis etc.

Já o segundo é o montante que a empresa ainda receberá nos próximos meses. Por exemplo, a organização parcelou para o cliente uma compra de R$ 10 mil em 10 vezes de R$ 100, realizada em janeiro. Os R$ 10 mil entrarão no faturamento desse mês, mas não no saldo a receber.

Isso porque as parcelas só entrarão nos recebíveis dos próximos 10 meses. Logo, é importante conhecer o saldo a receber para não confundir os cálculos e comprometer o orçamento da empresa considerando o valor do faturamento total.

4. Utilize a análise SWOT

A análise SWOT é uma ferramenta que ajuda no diagnóstico do setor de cobrança da empresa. Essa sigla significa strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças).

Ela estuda a competitividade de uma companhia sob a ótica desses quatro indicadores. Ademais, a análise SWOT também auxilia a diagnosticar diferentes questões no contas a receber, como:

  • pontos satisfatórios e que devem ser mantidos;
  • fatores que podem melhorar ou precisam ser resolvidos;
  • questões que revelam a fragilidade da empresa e necessitam ser fortalecidos;
  • possibilidades de crescimento.

5. Defina a periodicidade para o diagnóstico da empresa

O diagnóstico é uma ferramenta que deve ser aplicada frequentemente. Afinal, os indicadores de uma empresa mudam de forma constante, de acordo com a dinâmica do negócio. Por essa razão, é importante definir a periodicidade na qual o método será aplicado.

A frequência varia conforme a companhia, mas é indicado que ela seja maior em empresas de médio e grande porte. Afinal, elas movimentam montantes mais elevados mensalmente.

Por consequência, a demora nesse tipo de análise pode resultar em prejuízos financeiros mais expressivos por falta de dados confiáveis nas tomadas de decisão.

6. Automatize o contas a receber

Você já viu que o departamento de contas a receber depende de indicadores confiáveis para funcionar de maneira eficaz. Por esse motivo, automatizar os processos do setor é uma solução acertada. Por meio de tecnologia, é possível realizar atividades burocráticas de modo automatizado e ágil.

Assim, há menos chances de erros e os gestores conseguem obter informações precisas para o diagnóstico da empresa. Para isso, você pode optar por uma plataforma de CRM inteligente que, além dessas funcionalidades, apresenta diversas ferramentas para agilizar o serviço de cobrança.

Neste post, você pôde entender a importância de fazer um diagnóstico do contas a receber da empresa. Além disso, conheceu 6 dicas para colocar em prática e melhorar a eficiência do departamento de cobrança.

Para obter ajuda no diagnóstico do setor de contas a receber da empresa, conte com a plataforma inteligente da Receiv. Acesse o site e saiba mais!

Palavras-chave secundárias/tags: eficiência na cobrança, contas a receber, cobrança eficiente, eficiência operacional, setor de cobranças, diagnóstico financeiro, diagnóstico financeiro empresarial, finanças empresariais, gestão financeira, contas a receber o que fazer